Paróquia de São Pedro Apóstolo – Alecrim – Natal


Praça Pedro II, s/n, Alecrim

59030-000 – Natal – RN

Telefone: (84) 3615-2816 E-mail: saopedroapostolo@yahoo.com

Pároco: Pe. Francisco de Assis Mota de Sousa, MSF

Vigários Paroquiais: Pe. Francisco Carlos de Azevedo, MSF; Pe. Raimundo Lopes Ribeiro, MSF e Pe. Vicente Laurindo de Araújo, MSF,

Redes sociais

instagram.com/paroquia_saopedro

facebook.com/pspedroalecrim

youtube.com/c/ParóquiadeSãoPedroAlecrimNatal


Horários de missas

Igreja Matriz Segunda a sábado - 6h30, 18h Domingo - 6h30, 10h30, 17h 2ª Segunda-Feira: 18h00 - Missa por pedido de cura e libertação Capela de São José: Quarta - 18h30 Domingo - 8h, 18h30 Capela de Nossa Senhora da Conceição: Terça e Sábado - 18h30 Domingo - 9h, 18h30 1º Sexta-feira do mês - 18h30 Dia 18 de cada mês - 18h30 - Missa do Capital de Graças da Mãe Rainha Capela de São Francisco de Assis: Domingo - 9h Capela de Nossa Senhora Aparecida: Quinta - 18h30


Bairros que abrange: Alecrim e Barro Vermelho

Data de criação: 15/08/1919


Histórico


A Paróquia de São Pedro apóstolo foi criada aos 15 de agosto de 1919, por decreto do Bispo diocesano de Natal, Dom Antônio dos Santos Cabral, dividindo assim a Paróquia de Nossa Senhora da Apresentação em duas. A Diocese de Natal foi criada em 1909, pela Bula “Apostolicam in singulis”, do Papa Pio X, saindo então da Jurisdição Episcopal da Paraíba.

O Alecrim era o subúrbio da cidade, para onde migravam os camponeses oriundos do êxodo rural. Daí nascia sua vocação comercial. O marco de povoamento do bairro ocorre pelos idos de 1856 com a inauguração do Cemitério de São José – hoje Cemitério do Alecrim.

No lugar da atual Matriz, havia uma capela dedicada a São Geraldo, e conforme narra a tradição oral, pelos idos de 1910, os pastores de ovelhas vinham para passar a hora do meio-dia sob a sua sombra.

Em 1912, chegaram a Natal os primeiros padres da Congregação dos missionários da Sagrada Família. Foi confiada a eles a missão de construir uma nova igreja, pois a capela estava ficando pequena para a freqüência do povo.

Com a licença de Dom Joaquim Antônio de Almeida, bispo diocesano da época, foi demolida a Capela de São Geraldo, e iniciada a construção da Igreja de São Pedro, que teve como orientador e animador, o Padre alemão Fernando Nolte, MSF.

Em 1916, no ato da bênção da pedra fundamental do novo templo, estavam presentes todas as autoridades civis e eclesiásticas do Estado.

Em 1918, o bispo diocesano Dom Antônio dos Santos Cabral, ao fazer uma visita à comunidade do Alecrim, ficou muito entusiasmado com o avançado estágio de construção da nova igreja e prometeu a criação de uma nova paróquia para breve. Em 29 de Junho de 1919, foi colocado o primeiro sino.

Dom Antônio dos Santos Cabral publicou o decreto de criação na manhã do dia 15 de agosto de 1919 e celebrou a instalação da mesma em 17 de Agosto de 1919. Neste dia, às 8h da manhã, ao som da charanga dos escoteiros do Alecrim, foi lido solenemente o decreto de criação da paróquia pelo então Vigário Geral, o Monsenhor João Alfredo Pegado.

Neste mesmo dia, Dom Antônio dos Santos Cabral celebrou a Santa Missa e confirmou 85 pessoas com o Sacramento da Crisma. Na parte da tarde, pelas 16h houve uma grande procissão com a imagem de São Pedro pelas ruas do bairro.

No ato de criação da paróquia, o templo ainda não estava concluído, pois faltava a torre. Por iniciativa do Padre Julio Maria de Lombarde, hoje em processo de canonização, a torre da Igreja foi terminada e no alto da mesma foi colocada a imagem de São Pedro, obra do escultor Hostílio Dantas. A estátua possui entre 2,50m de altura. A Igreja Matriz passou por novas intervenções, sofrendo processo de ampliação durante o paroquiato do Padre Martinho Stenzel, entre os anos de 1942 a 1957, recebendo as duas naves laterais e dois novos altares, um dedicado ao Sagrado Coração de Jesus e o outro a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ao final, a Igreja de São Pedro pernanceu com suas atuais características arquitetônicas.

A Paróquia de São Pedro é a Segunda Paróquia de Natal, sendo a primeira a de Nossa Senhora da Apresentação, que é a padroeira da cidade e da Arquidiocese. De 1919 até hoje, muitos receberam os primeiros e os últimos sacramentos nesta paróquia, demonstrando assim o marco histórico e evangelizador que esta Paróquia possui dentro da Arquidiocese de Natal.


Vigários da Paróquia de São Pedro Apóstolo


De muitos sacerdotes que por aqui passaram, registramos o nome daqueles que se dedicaram na administração e condução da Igreja de São Pedro. São eles:

1918-1921 – Pe. Fernando Nolte,MSF 1921-1922 – Pe. João Mata Paiva 1922-1923 – Cônego Dantas 1923-1924 – Pe. Carlos Theisen,MSF 1924-1925 – Pe. Francisco Teussaint,MSF 1925-1926 – Pe. José Biesinger,MSF 1926-1928 – Pe. Júlio Maria de Lombarde,MSF 1928-1929 – Pe. José Biesinger,MSF 1929-1930 – Pe. Agostinho Hameken,MSF 1930-1936 – Pe. José Biesinger,MSF 1936-1942 – Pe. Fernando Müller,MSF 1942-1957 – Pe. Martinho Stenzel,MSF 1957-1959 – Pe. Estanislau Stefaniak,MSF 1959-1960 – Pe. Francisco Dera,MSF 1960-1962 – Pe. Estanislau Stefaniak,MSF 1963-1965 – Pe. João Antônio Wisniewski,MSF 1965-1969 – Pe. José Kruza,MSF 1965-1969 – Pe. João Antônio Wisniewski,MSF 1969-1970 – Pe. José Venilson de Araújo,MSF 1970-1999 – Pe. Raimundo Lopes Ribeiro,MSF 1999-2004 – Pe. José Élcio Salviano de Araújo,MSF 2004-2010 – Pe. Luís Telmo Feitosa,MSF 2010- 2015– Pe. Islan Alves Gonçalves,MSF 2015 – dias atuais – Pe. Francisco de Assis Motta de Sousa,MSF

(Texto enviado pela equipe paroquial da Pastoral da Comunicação, em julho/2021)