Dom José Pereira Alves


Dom José Pereira Alves

3º Bispo de Natal

(Palmares-PE, 5 de março de 1885 — Niteroi-RJ, 21 de dezembro de 1947)


Com a transferência de Dom Antônio dos Santos Cabral para a diocese de Belo Horizonte - MG, em novembro de 1921, a diocese de Natal foi confiada a Dom José Pereira Alves. Ele governou a diocese por cinco anos, de 1923 a 1928. Durante esse período destaca-se a realização da Semana da Imprensa que resultou na criação do jornal católico, o “Diário de Natal”, que começou a circular no dia 16 de outubro 1924. O jornal esteve sob a direção do Mons. João da Mata, Alberto Roselli e José Ferreira de Souza. Dom José Pereira Alves foi um entusiasta do cooperativismo, fundando, no dia 15 de agosto de 1926, a Caixa Rural e Operária, que veio a ser denominada posteriormente de Cooperativa Central Norte riograndense Ltda, que contava com 10 filiais em cidades interioranas. No campo da educação católica a Igreja obteve importantes avanços com a criação dos colégios: Santa Terezinha, em Caicó, e Nossa Senhora das Vitórias, em Açu. Dom José Pereira Alves fez visitas pastorais por toda a diocese e ordenou seis padres. Em Mossoró, criou a paróquia do Sagrado Coração de Jesus. Em 1928, foi então transferido para diocese de Niterói, deixando marcas profundas no coração do povo potiguar.