top of page

"Sinodalidade e diocesaneidade" é tema da Assembleia Pastoral

 

Mais de 200 padres, diáconos, religiosos e leigos participam da 63ª Assembleia Arquidiocesana de Pastoral, nestes dias 12 e 13 de dezembro, no Centro Pastoral Dom Jaime Vieira Rocha, no bairro da Ribeira. O encontro tem como tema: “Igreja de Natal: sinodalidade e diocesaneidade”.

Nestes dois dias, os participantes vão refletir sobre o tema central, a partir do processo de escuta diocesana e escolher ações e estratégias para o ano de 2024. Também, durante a reunião, serão apresentados os eixos temáticos trabalhados na Assembleia Pastoral do Regional Nordeste 2, da CNBB, e o Jubileu 2025 – Peregrinos da Esperança.

Esta é a primeira assembleia arquidiocesana com a participação do novo arcebispo Dom João Santos Cardoso. Na abertura, ele fez uma reflexão sobre diocesaneidade, dirigida ao clero, religiosos, pastorais, grupos e comunidades de vida.

 

Programação

 

O tema dos aspectos e objetivos da sinodalidade e da diocesaneidade ainda foi refletido na manhã desta terça-feira, abordado pelo Padre Paulo Henrique da Silva, diretor de estudos do Seminário de São Pedro. Outra reflexão, nesta manhã, foi sobre os “desafios que ferem a diocesaneidade”, conduzida pelo Diácono Edmar Araújo, da coordenação arquidiocesana de pastoral. À tarde, os participantes vão trabalhar em grupos, a partir das palestras proferidas na parte da manhã.

A assembleia segue até a quarta-feira, ao meio-dia.

Comments


bottom of page